doenças mais comuns na infância doenças mais comuns na infância

Quais são as doenças mais comuns na infância e como preveni-las?

6 minutos para ler

A infância é um período de aprendizado e descoberta. Além disso, é uma época em que o organismo ainda está em formação, e o sistema de defesa está desprotegido contra a maior parte dos perigos.

Dentro da barriga da mãe, é mais difícil os bebês entrarem em contato com bactérias e vírus, por exemplo. Dessa forma, eles chegam ao mundo menos preparados para enfrentar os micro-organismos.

Nesse contexto, uma boa forma de se preparar para auxiliar no cuidado com a saúde das crianças é conhecer as doenças mais comuns que elas podem ter na infância. Dessa maneira, é possível identificar os sintomas, marcar uma consulta com um bom profissional e ter o tratamento adequado.

Neste post, vamos mostrar quais são as doenças mais comuns no período infantil e como é possível preveni-las. Confira!

Quais são as doenças mais comuns na infância?

O aparecimento de doenças virais, como resfriados e gripes, é considerado algo bastante comum durante a infância. No entanto, existem outros males que podem preocupar bastante os pais.

Catapora

A catapora é uma das doenças mais comuns na infância. Ela é infectocontagiosa, de fácil propagação e atinge, principalmente, crianças com menos de 10 anos. Causada pelo vírus varicela-zóster (VVZ), sua transmissão ocorre pelo contato direto com outra criança doente.

Em geral, ela não apresenta grandes complicações, mas precisa ser tratada assim que os sintomas aparecerem. São eles:

  • manchas e bolhas avermelhadas no tronco e no rosto;
  • dores de cabeça;
  • cansaço;
  • falta de apetite;
  • febre.

Durante os sintomas, a criança pode sentir bastante coceira, e é essencial que os pais mantenham os filhos afastados de outras crianças que estejam contaminadas, pois o contágio acontece enquanto as bolhas ainda não estão secas.

Caxumba

A caxumba é uma doença causada por vírus, transmitida por meio de espirros e tosses. Ela afeta as glândulas parótidas (produtoras de saliva), que estão localizadas abaixo das orelhas. Quando infectadas, essas glândulas incham e são facilmente identificadas nas crianças. Os principais sintomas incluem:

  • fraqueza;
  • febre;
  • dores musculares;
  • dificuldade para engolir.

Sarampo

O sarampo é uma infecção viral propagada pelo ar, por meio da saliva. Sendo muito contagiosa, o ideal é que a criança não vá para o colégio enquanto estiver doente. Os principais sintomas são:

  • mal-estar;
  • erupções vermelhas na pele;
  • catarro em excesso.

Alergias

Por causa da introdução ao hábito alimentar, as alergias são muito comuns em crianças sensíveis a conservantes, proteínas ou corantes presentes nos alimentos. A intensidade dos sintomas varia, mas inclui desde erupções e coceiras na pele até dificuldade para respirar e fortes dores abdominais.

O tratamento é bastante simples: é preciso retirar o alimento que causou a alergia da alimentação das crianças. Em seguida, pode ser interessante levá-la a um alergologista para verificar exatamente o que a provocou.

Infecções no ouvido

As infecções no ouvido podem ser causadas por excesso de secreção no canal auditivo. O problema é mais comum em crianças de até 5 anos e, dependendo da intensidade, deve ser tratada com antibióticos.

Os sintomas mais comuns são febre e o choro intenso. Para evitar a ocorrência desse problema, é importante secar bem o ouvido das crianças com uma toalha.

Por que atentar ao perigo da diabetes infantil?

A diabetes é uma doença crônica identificada pelo nível elevado de glicose no sangue. O problema ocorre devido a uma disfunção relacionada ao hormônio insulina, que é produzido pelo pâncreas e é responsável por permitir a entrada da glicose nas células.

A doença envolve a produção insuficiente da insulina (diabetes tipo 1) ou defeitos em sua ação (diabetes tipo 2). É muito importante saber reconhecer os sintomas, para que o tratamento seja iniciado imediatamente, evitando o comprometimento da qualidade de vida das crianças.

Os principais sinais que devem ser identificados são:

  • sede e urina em excesso;
  • perda de peso;
  • excesso de fome.

Assim, caso você perceba esses sintomas em seu filho, não deixe de marcar uma consulta com um médico especializado para que o tratamento possa se iniciar. Além disso, ofereça uma alimentação saudável, com o consumo de frutas, verduras, legumes e grãos integrais e incentive a prática de exercícios físicos.

Como prevenir as doenças mais comuns na infância?

Diversas atitudes podem ser incorporadas no dia a dia para prevenir essas doenças.

Mantenha o calendário de vacinação em dia

Várias doenças podem ser prevenidas por meio da vacinação, como a caxumba e o sarampo, que podem ser aplicadas a partir dos 12 meses de vida. As vacinas estimulam o sistema imunológico dos pequenos pela produção de anticorpos contra determinado vírus ou bactéria. Por isso, mantenha a carteira de vacinação em dia e guarde-a em um local de fácil acesso.

Consulte um pediatra periodicamente

Mesmo que a criança tenha uma boa saúde, é fundamental levá-la ao pediatra periodicamente. Isso porque muitas doenças não apresentam sintomas e, por isso, o médico saberá avaliá-la corretamente, descartando possíveis problemas.

Busque criar bons hábitos alimentares

Estimular uma alimentação saudável desde a infância é muito importante para reforçar a imunidade. Nesse sentido, diminua o excesso de alimentos com um alto teor calórico e com grandes quantidades de açúcar, gordura e sódio.

Introduza frutas, verduras e legumes no cardápio dos seus filhos e, ainda que eles resistam a esses alimentos, há muitas formas criativas de servir os pratos que podem fazer com que as crianças se interessem mais por essas opções.

Prepare um arroz colorido com cenoura ralada como parte da decoração, como se fosse o cabelo de um boneco. Use uma fatia de tomate para fazer a boca e verduras para decorar o restante do prato. É importante usar e abusar da criatividade nesses momentos.

Lave sempre as mãos da criança

Ensinar os pequenos a lavar as mãos periodicamente é um bom exemplo de hábito de higiene simples. Isso pode fazer com que diversas doenças sejam prevenidas. Além disso, também é possível colocar um álcool em gel na mochila da criança para que ela faça a higienização antes das refeições, por exemplo.

Como vimos, as doenças mais comuns na infância podem ser prevenidas por meio de alguns cuidados como: vacinação em dia, consultas regulares com um pediatra e bons hábitos alimentares. Então, não deixe de seguir as nossas dicas para que o seu filho possa ter uma boa saúde.

Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas suas redes sociais para que seus amigos também conheçam as doenças mais comuns na infância!

Posts relacionados

Deixe um comentário