exames de rotina exames de rotina

Saiba quais são os principais exames de rotina e fique em dia

6 minutos para ler

Cuidar da saúde é uma das principais preocupações da população atualmente. A alimentação saudável e a prática de atividades físicas regulares são ótimas formas para alcançar esse objetivo — mas não são as únicas.

Consultar um médico periodicamente e realizar exames de rotina também é essencial para ter uma vida mais saudável.

Os check-ups são importantes para verificar, em todas as faixas etárias, qualquer problema de saúde. Até mesmo aqueles que não manifestam sintomas.

Afinal, diversas doenças não apresentam indícios nas primeiras fases, mas podem ser identificadas por meio da realização de exames e terem um tratamento mais rápido e eficaz.

Neste artigo, vamos explicar a importância de uma rotina de exames e quais deles não podem faltar em um check-up.

Confira!

Qual a importância de uma rotina de exames?

A saúde preventiva tem recebido atenção especial, já que, a cada dia, novas doenças surgem ou aumentam a sua incidência — devido aos hábitos modernos, ao estresse e ao sedentarismo.

Nesse sentido, é reconhecida a importância dos hábitos saudáveis e das técnicas de relaxamento. Entretanto, a longevidade e a qualidade de vida ainda são muito prejudicadas pela rotina corrida.

Portanto, é fundamental procurar um médico para fazer um check-up, que corresponde à realização periódica de diversos exames clínicos, de imagem e laboratoriais. O objetivo é avaliar o estado de saúde geral e diagnosticar, precocemente, possíveis doenças que ainda não tenham manifestado sintomas.

Uma dica é que você crie um calendário de consultas — lembrando de dar atenção à saúde bucal, mental e do corpo. Assim, é possível manter um acompanhamento periódico com profissionais específicos e evitar que pequenos problemas se agravem por terem sido negligenciados.

Qual deve ser a periodicidade dos exames?

O check-up é uma bateria de exames clínicos de imagem e laboratoriais, que verificam o estado clínico de uma pessoa.

Logo, vários indicadores de saúde são conferidos, como batimentos cardíacos, pressão arterial, índice glicêmico, peso, entre outros. Além disso, todo o histórico familiar do paciente é analisado, dando ênfase aos problemas que podem surgir com o passar do tempo.

Em geral, o ideal é que um adulto saudável realize o check-up a cada 2 anos. Já as pessoas que apresentam fatores de risco, como obesos, fumantes e sedentários devem realizá-los todo ano. No caso de quem tem doenças crônicas, como hipertensão e diabetes, é necessário fazer os exames de rotina a cada 6 meses.

Apesar de apresentar uma frequência média, a regularidade dos exames de rotina deve ser estabelecida pelo médico que acompanha o paciente, variando de acordo com o estado de saúde da pessoa.

Quais são os principais exames de rotina?

Os exames que são solicitados no check-up possibilitam que o médico examine o funcionamento de alguns órgãos, como coração, fígado e rins.

Além disso, eles são muito úteis para identificar alterações e infecções no sangue. Desse modo, confira, a seguir, o que não pode faltar em um check-up.

Hemograma

O hemograma é um exame que avalia as 3 linhagens principais de células sanguíneas (plaquetas, leucócitos e hemácias). Ele identifica possíveis desordens, como a leucemia e a anemia. Assim, o teste identifica vários componentes do sangue e mostra se estão em níveis normais, como:

  • plaquetas: auxiliam na coagulação sanguínea;
  • hemoglobina: proteína que carrega o oxigênio para os glóbulos vermelhos;
  • glóbulos branco: células que auxiliam no combate a infecções;
  • glóbulos vermelhos: células que carregam o oxigênio.

Resultados abaixo ou acima do normal revelam que algum processo não está funcionando corretamente como deveria.

Exame de urina

Esse exame é um teste laboratorial que realiza a análise da urina da pessoa, a fim de observar, de maneira microscópica, as bactérias, células e cristais que podem estar presentes. Ele é muito indicado para saber sobre o funcionamento dos rins, uma vez que revela alterações ou a presença de doenças.

Além disso, a avaliação da urina também pode ser feita para identificar problemas renais, diabetes e alterações na capacidade de concentração renal.

Exame de fezes

O exame de fezes é solicitado pelo clínico geral para a avaliação das funções digestivas, quantidade de ovos de parasitas ou de gordura nas fezes, sendo bastante útil para avaliar a condição de saúde da pessoa. Os mais solicitados costumam ser:

  • exame de fezes Coprocultura: identifica a presença de bactérias nas fezes, que podem produzir toxinas, causando a gastroenterite;
  • exame de fezes parasitológico: serve para a identificação de protozoários e parasitas, sendo útil para a identificação de vermes intestinais;
  • pesquisa de sangue oculto: verifica a presença de quantidades pequenas de sangue nas fezes que não são vistos a olho nu, indicando a presença de colites, úlceras e câncer de cólon.

Exame de glicose

Esse exame é feito com o paciente em jejum para medir a quantidade de glicose no sangue. As diabetes tipo 1 e tipo 2 são as principais doenças diagnosticadas e acompanhadas por meio da dosagem de glicose.

Exames de rotina para homens

A partir dos 40 anos, é recomendado que os homens realizem exames específicos, como dosagem do hormônio PSA e ultrassonografia de próstata.

Exames de rotina para mulheres

Para as mulheres, o ideal é que os exames sejam feitos anualmente, como a ultrassonografia de mamas, vulvoscopia e papanicolau. Por meio deles, o médico verifica se há alguma alteração no trato reprodutivo ou infecção.

Exames de rotina para crianças

Após passar pelo famoso teste do pezinho, a criança, em suas verificações de rotina, enfrentará praticamente os mesmos procedimentos que um adulto. Os principais deles são os de fezes, urina, glicemia, hemograma, colesterol, função tireoidiana e renal.

Exames de rotina para idosos

Os exames de rotina são ainda mais importantes para os idosos, já que algumas doenças, como a osteoporose ou o colesterol alto, podem ser mais frequentes nesse grupo. Assim, é importante realizar um hemograma completo, perfil lipídico, densitometria óssea, colonoscopia e eletrocardiograma.

Como vimos, os exames de rotina são muito importantes para o diagnóstico de diversas doenças. Por isso, não deixe de consultar um médico, a fim de que ele possa avaliar o seu estado de saúde e indicar os exames mais adequados para você.

Gostou deste artigo e quer ficar por dentro de outras informações como essas? Então, siga-nos nas redes sociais. Estamos no Facebook e Instagram!

Posts relacionados

Deixe um comentário