higiene bucal infantil higiene bucal infantil

A importância da higiene bucal infantil e por onde começar

7 minutos para ler

Quais pais nunca tiveram dó de acordar o filho para que ele escovasse os dentes antes de dormir? Ver aquela expressão tão cansada e sonolenta, realmente, dá uma pena! Mas você sabia que negligenciar a higiene bucal infantil pode trazer consequências bem ruins?

Ainda que os dentes sejam de leite, é importante dar atenção aos cuidados e escovações, pois mesmo problemas bucais na primeira infância podem prejudicar os dentes que estão para nascer. Além disso, criar bons hábitos desde cedo tende a tornar a prática mais fácil na adolescência e fase adulta.

Por isso, para ajudar você nesse processo, preparamos um artigo bem informativo. Você verá quais cuidados ter, além de dicas interessantes para fazer seu filho aprender a importância de escovar os dentes, sempre. Acompanhe!

A importância da higiene bucal infantil

A higiene bucal faz parte dos cuidados básicos com a saúde, assim como lavar as mãos antes das refeições. Restos de comida que ficam nos dentes e gengiva são prejudiciais, pois contribuem para a proliferação de bactérias, ocasionando diversos problemas.

Além do mau hálito, a criança que não segue bons hábitos corre o risco de desenvolver periodontite, gengivite e cáries. Na fase adulta, se a prática não fizer parte do dia a dia, existe a possibilidade de vir a desenvolver algo até mais sério: a endocardite bacteriana, infecção que atinge o coração e pode levar à morte.

Quando problemas, como cáries, surgem, a criança tem de passar por intervenções para retirá-las. Uma das mais invasivas, o canal, envolve anestesias e provoca dores, além de ser exigida uma boa colaboração dos pequenos durante o procedimento, para que o resultado seja positivo. 

Tendo em vista todas essas questões, você concorda que é muito mais fácil simplesmente evitar chegar a uma situação assim? Como falamos, é nessa fase que os bons hábitos são formados e levados para toda a vida. Então, certifique-se de que tudo está bem e tenha o costume de levar a criança para visitar um dentista de 6 em 6 meses. Ele fará exames de rotina a fim de melhorar a saúde e garantir a prevenção de doenças.

Os cuidados que devemos ter com a higiene bucal infantil

Os cuidados devem ser levados a sério pelos pais, para que as crianças entendam que existem regras a serem seguidas. Veja alguns exemplos!

Escovar os dentes ao menos 3 vezes ao dia

Sabemos que têm aqueles dias nos quais já é cansativo fazer o filho escovar os dentes pelo menos 1 vez. Agora, imagina 3 vezes! Contudo, apesar das dificuldades que essa situação envolve, é importante seguir firme com as regras, até que se tornem costumes automáticos. 

Dentistas, em sua maioria, recomendam que as escovações sejam realizadas, pelo menos, 3 por dia, em que as principais são: após o almoço e antes de dormir — períodos em que normalmente o resto de alimento fica muito tempo em contato com a saliva.

Usar fio dental

O fio dental deve ser usado, ao menos, 1 vez ao dia. Ele complementa a escovação, pois alcança locais pequenos que a escova não dá conta, como os espaços entre os dentes. Entre os benefícios do uso estão a remoção da placa bacteriana, a diminuição do tártaro e a prevenção de cáries.

O certo é retirar um pedaço de fio, aproximadamente 40cm, enrolar as extremidades nos dedos e passá-lo, entre cada dentre, fazendo um movimento de “U”.

Usar produtos adequados

Os bebês, mesmo sem dentes, precisam passar por uma higienização, para retirar o acúmulo de leite ou outros líquidos da gengiva. É possível fazer isso apenas com um pano úmido. Do aparecimento do primeiro dente até os 2 anos, os pais devem fazer a escovação com uma pasta de dente sem flúor.

A partir dos 2 anos, o flúor na pasta é indicado, pois ajuda a preservar a boa saúde dos dentes. Os enxaguantes podem ser usados, desde que sem álcool, específicos para o público infantil e sob a supervisão do adulto.

Ter alimentação equilibrada

Você sabia que a criança que consome muito açúcar aumenta a produção de bactérias na boca? Por isso, os dentistas pegam tanto no pé, dizendo para diminuir a quantidade de balas e chicletes. 

Estipule um limite para doces durante a semana, fazendo com que seu filho se acostume, desde cedo, a priorizar uma alimentação saudável. Além de evitar as cáries, isso afasta o diabetes.

Dicas de ouro para ajudar na ajuda bucal do seu filho

Além dos cuidados que citamos, que tal pegar algumas dicas, para facilitar o dia a dia de vocês? Sugerimos as seguintes!

Verifique se a escovação é adequada

Observe se a escova de dentes comprada é compatível com a idade da criança. Ela tem de ser de cerdas macias, para evitar machucados. No começo, o adulto é o responsável por fazer a escovação, até que a criança tenha coordenação motora e dê conta de fazê-la por conta própria.

É normal que, nos primeiros 3 anos, existam episódios de choro nesse momento. No entanto, resista à tentação de fazer o gosto do filho e insista que é importante ele realizar a escovação. Afinal, 2 minutos costumam ser o suficiente para finalizar o processo.

Torne o momento mais divertido

É possível tornar esse momento mais divertido, com o uso de fantoches, por exemplo. Ter uma escovinha de brinquedo e fingir que a boneca também precisa fazer a higiene dela é uma ideia que pode garantir o entretenimento e maior engajamento no comportamento. Além disso, descobrir músicas é uma boa tática para dar mais diversão e facilitar a obediência.

Conte histórias

Histórias também podem ser usadas, não só no momento da escovação, mas ainda ao longo do dia a dia. Elas ensinam boas regras, a partir de um enredo envolvente, criado especificamente para a idade de um público. Por isso, procure, até mesmo no Google, livrinhos legais para aumentar a conscientização do seu filho em relação à boa higiene bucal infantil.

Opte por uma pasta de dente que a criança goste

Se houver dúvidas quanto à qualidade da pasta de dente, pergunte a um dentista especializado a opinião dele. Porém, de modo geral, é possível deixar a criança escolher a pasta que parece mais saborosa. Isso tende a tornar o momento mais agradável.

Seja o exemplo

Por fim, não adianta muito esse trabalho todo, se você não demonstrar seguir as regras. Então, se você deseja que a criança não coma balas, evite comê-las na frente dela. Também faça com que ela veja você cuidando bem dos seus dentes diariamente, tornando-se um exemplo para as crianças.

O cuidado com a saúde deve ser levado a sério desde cedo. Isso inclui envolver hábitos de boa higiene bucal infantil, a fim de que a criança internalize aquilo que deve levar por toda a vida dela. E não se esqueça de marcar as consultas periódicas do seu filho!

Gostou do artigo? Deixe a sua curtida e compartilhe-o nas redes sociais, a fim de que mais pessoas tenham acesso a essas informações importantes!

Posts relacionados

Deixe um comentário