plano de saúde vale a pena plano de saúde vale a pena

Plano de saúde vale a pena? Conheça as vantagens e desvantagens

6 minutos para ler

Com o valor alto de um convênio de saúde e a insegurança de depender do SUS traz, muitos brasileiros passam, hoje, pelo mesmo dilema: será que ter um plano de saúde vale a pena?

Essa é uma questão difícil de responder logo assim de início. É preciso avaliar diversos quesitos, como as condições financeiras da família, a real necessidade de consultar um médico frequentemente, entre outros.

Por exemplo, algo para se ter em mente é que, ao aderir uma das opções, será preciso fazer um planejamento orçamentário familiar para os próximos anos, já que anualmente existem reajustes nos preços.

Bem, como não é possível dar uma resposta ainda, preparamos este artigo para analisarmos juntos o que pode ser mais benéfico para você nesse aspecto. Vamos lá?

O que são os planos de saúde?

Planos de saúde são serviços oferecidos por empresas privadas, para que as pessoas possam usufruir de atendimentos médicos, de forma particular, pagando uma mensalidade fixa pelos atendimentos. Eles ainda oferecem tipos diferentes de contratação, como os seguintes:

Individual

É quando uma única pessoa faz a assinatura do plano. Mas atenção! Se você quiser contratar, é necessário fazer uma boa pesquisa, pois são poucas as empresas que oferecem essa opção.

Familiar

Já nesse plano, fazem parte ao menos 2 membros de uma mesma família. Comparado ao individual, o custo-benefício é mais interessante. No entanto, como são mais pessoas, exige mais do orçamento familiar.

Coletivo por adesão

Esse tipo de plano vale para pessoas jurídicas de caráter profissional, classista ou setorial. Alguns exemplos são aqueles oferecidos a entidades de advogados ou engenheiros.

Empresarial

Esses dão assistência aos funcionários de determinada empresa que faça a contratação, que podem ter vínculo por CLT ou serem funcionários públicos.

Quais são as vantagens?

Agora, vamos falar um pouco das vantagens de ter um convênio de saúde.

Possibilidade de agendar consulta

Enquanto na rede pública existe um pouco de dificuldade para marcar consultas, quem tem um plano de saúde recebe mais privilégios nesse sentido. É só verificar os hospitais e as clínicas credenciadas e fazer a marcação, de acordo com a sua agenda e a do médico.

Não ser preciso ter vínculos com empresas

Como existe a opção de contratar planos individuais e familiares, você não é obrigado a trabalhar em uma empresa para usufruir desse tipo de vantagem. É só fazer uma pesquisa e descobrir um que atenda às suas necessidades.

Ter o atendimento humanizado

Os hospitais e as clínicas particulares contam com todo o preparo não só dos profissionais, mas também da infraestrutura e dos equipamentos modernos para ofertar um atendimento de qualidade.

E quais as desvantagens?

Também devemos analisar as desvantagens para você saber se ter um plano de saúde vale a pena.

Valores altos

A crise financeira afetou todos nós. A taxa de desemprego subiu, a inflação não para de crescer e as dificuldades de pagar por produtos e serviços também só aumentam. Nesse contexto, os valores dos planos de saúde, que já não eram baixos, acompanharam essas mudanças, comprometendo boa parte da renda familiar.

Reajustes anuais e por idade

Já é de praxe todo ano os planos de saúde aumentarem o valor das mensalidades. Dependendo do convênio, o acréscimo fica mais de R$100 por indivíduo. Também existe o reajuste de acordo com a idade, seguindo uma tabela autorizada pela ANS (Agência Nacional de Saúde). Ou seja, são duas possibilidades de encarecimento.

Infelizmente, o salário muitas vezes não aumenta na mesma proporção. Para quem tem família, se não houver um planejamento financeiro eficiente, com cortes em gastos todos os anos, em algum momento esses valores ficam impraticáveis.

Cumprimento da carência

As carências são os prazos que o usuário precisa cumprir antes de ter acesso a consultas e exames. Podem ser de alguns meses ou até 1 ano, dependendo do plano e do tipo de procedimento.

Isso significa que você pagará, durante esse tempo, todas as mensalidades, mas ainda não terá direito de usar todos os benefícios. Com isso, se precisar de algo, terá que pagar particular ou utilizar a rede pública.

Qual a melhor alternativa para os planos de saúde?

Bem, como você viu, não é uma decisão tão fácil, certo? É preciso colocar na balança os dois lados dessa questão. Também é prudente avaliar as alternativas existentes para quem não pode arcar com os altos custos de um convênio de saúde e, ao mesmo tempo, não quer contar apenas com o SUS.

Como nos últimos anos, milhares de brasileiros têm optado por cancelar os planos, devido aos gastos excessivos, têm surgido no mercado uma nova forma de garantir a saúde da família, com atendimento de qualidade e sem muitas despesas mensais. Uma delas é um cartão pré-pago de saúde.

Cartão de saúde Vai Bem

O cartão de saúde pré-pago Vai Bem permite o acesso a médicos e laboratórios, por um preço bastante em conta. Com o pagamento de uma pequena mensalidade, os descontos nas consultas chegam até 90% do valor integral particular.

Para você ter uma ideia, um atendimento com o clínico geral sai por apenas R$75. Um exame de eletrocardiograma, tão fundamental no checkup, fica por R$22. Sem contar os descontos oferecidos em remédios, nas farmácias conveniadas.

Algumas das vantagens do Cartão Vai Bem são:

  • não há carência. Assim que você adere ao cartão, já pode utilizar os serviços médicos;
  • vale para toda a família (até 5 membros);
  • o uso é ilimitado e sem restrição por idade;
  • as consultas são agendadas rapidamente pelo telefone ou aplicativo;
  • você paga mais barato pelos remédios;
  • as clínicas são particulares e oferecem atendimento humanizado, além de boa infraestrutura e equipamentos de qualidade.

Lembrando que o Cartão Vai Bem não é um plano de saúde, e sim, um meio de pagamento que oferece serviços clínicos. Com essa possibilidade em mãos, não precisamos ficar reféns dos reajustes excessivos que acabam prejudicando nossas contas todo mês, concorda?

Agora, a partir de todas essas informações, você já tem mais condições de avaliar se um plano de saúde vale a pena para você e sua família. Tenha essas contas na ponta do lápis para não acabar gastando mais do que devia, combinado?

Enquanto isso, que tal você conhecer um pouco mais sobre o funcionamento do Cartão de Saúde Vai Bem? É só clicar no link!

Posts relacionados

Deixe um comentário