quando procurar um psicólogo quando procurar um psicólogo

Afinal, quando procurar um psicólogo? Como saber se é a hora certa?

8 minutos para ler

Durante muito tempo, as pessoas que faziam acompanhamento com psicólogos eram vistas como problemáticas. Porém, é preciso acabar com o mito de que apenas aqueles que sofrem de doenças psíquicas precisam fazer esse acompanhamento, já que o cuidado com a nossa saúde mental é essencial para ter mais qualidade de vida, por isso entenda quando procurar um psicólogo.

Mas em que momento é necessário buscar essa ajuda? Saber exatamente quando procurar um psicólogo é importante pois, muitas vezes, deixamos passar sinais que indicam que algo em nossa mente não está indo bem, fazendo com que o problema se torne algo muito maior. É aí que entra o trabalho dos profissionais da psicologia!

Confira qual é o papel do psicólogo e saiba identificar a hora certa de fazer o acompanhamento!

Como um psicólogo pode ajudar?

O acompanhamento com esses profissionais pode trazer inúmeros pontos positivos para a saúde mental e aumentar a qualidade de vida, visto que eles estão capacitados para ajudar seus pacientes a entenderem seus sentimentos e realidades.

O autoconhecimento é um dos principais benefícios. A partir das sessões e do auxílio do profissional, os pacientes passam a enxergar seus comportamentos de forma diferente, identificando maus hábitos, entendendo o que é motivo de irritação e, assim, passam a reagir melhor às situações do dia a dia.

Conhecendo-se melhor, o relacionamento com as outras pessoas fica mais fácil, o que também é um ponto positivo, já que todos precisamos viver em sociedade e, quanto menos estressante for, melhor.

Vale ressaltar que, mesmo se não houver um motivo claro para buscar ajuda, o acompanhamento com o profissional já garante uma melhora na saúde mental e emocional, o que, por si só, já seria um ótimo motivo para procurar esse atendimento.

Afinal, nossa mente está intimamente ligada à nossa saúde física e, quando o psicológico não está funcionando da forma adequada, os problemas são refletidos no corpo e na vida. Insônia, cansaço mental e estresse excessivo são consequências de uma mente carregada e sinais de que há algo de errado com nosso cérebro.

Quando procurar um psicólogo, lembre-se que existem diferentes abordagens dentro da área da Psicologia. Por isso, saber avaliar qual pode ser a melhor forma para seu perfil é essencial.

Além disso, é vale a pena ressaltar que, caso não se sinta à vontade com o profissional escolhido, é importante buscar outros. Assim, as sessões serão mais bem aproveitadas.

Quando procurar um psicólogo?

Você já sabe como esses profissionais podem ajudar, porém, ainda está em dúvida sobre quando procurar um psicólogo? Confira, a seguir, algumas situações e comportamentos que indicam a necessidade de acompanhamento profissional.

Perda de interesse

Falta de interesse por hábitos e atividades que antes despertavam prazer é um dos principais sinais que podem indicar que buscar um profissional da psicologia é o ideal. Por exemplo, a pessoa pode se tornar indiferente aos exercícios físicos que praticava com regularidade, às suas atividades preferidas, às brincadeiras com os filhos ou até mesmo às suas comidas favoritas.

Além disso, é possível que o indivíduo perca a vontade de ter vida social ou melhorar a profissional, além de afastar pessoas próximas por não saber lidar com esses sentimentos. Ao notar comportamentos como esses, procurar um bom profissional garante que o problema não se torne algo maior e provoque, inclusive, quadros depressivos.

Presença de pensamentos repetitivos

Muitas pessoas também apresentam pensamentos repetitivos sobre alguma situação ou preocupam-se constantemente com algum aspecto da vida. Isso pode levar à ansiedade e angústia que, quando em exagero, afetam de forma direta o dia a dia do indivíduo.

É necessário entender que a ansiedade é um sentimento comum a todos. Porém, quando exagerado, pode fazer com que o indivíduo fique paralisado frente à dificuldade ou perca a vontade de realizar as atividades do dia a dia por enxergar diferentes problemas nelas.

Assim, se você sente que sua ansiedade está limitando seu dia a dia no trabalho ou na vida social, as sessões de terapia podem auxiliá-lo a lidar melhor com esses pensamentos e a controlar essas emoções.

Dificuldade em se relacionar

Não é possível viver em sociedade sem se relacionar com outras pessoas. Seja em casa, no trabalho ou com os amigos, saber manter um relacionamento saudável e que contribua para seu bem-estar é essencial.

Cuidar dos relacionamentos é garantia de mais qualidade de vida. Nesse caso, a terapia ajuda o indivíduo a entender suas formas de comunicação, indicando maneiras de lidar com adversidades e diferenças.

Se o problema está no casamento, sessões de terapia individuais ou de casais são uma ótima forma de compreender aquele momento. Em casa, as dificuldades podem estar ligada ao relacionamento com os filhos, o que também pode ser trabalhado nos encontros com o psicólogo. No caso da vida profissional, saber lidar com os colegas também é essencial para diminuir o estresse e melhorar a produtividade.

Ter passado por uma situação traumática

Passar por algum momento difícil pode gerar traumas, que nos acompanham para o resto da vida. Situações traumáticas, como o luto, também podem gerar quadros de ansiedade que limitam a realização de atividades corriqueiras e barram o desenvolvimento pessoal.

Nesses casos, saber quando procurar um psicólogo é essencial, já que o trauma é capaz de desencadear outros problemas mais sérios com o tempo. Existem, inclusive, profissionais especializados em cuidar desse tipo de situação.

Se você sente que algo que aconteceu em sua vida gerou um trauma que traz dificuldades em seu dia a dia, buscar auxílio do psicólogo pode ser uma ótima opção para enxergar o acontecimento de outras formas.

Não esquecer acontecimentos do passado

Se você tem a impressão que situações do seu passado assombram seus pensamentos diários, os psicólogos são as pessoas mais capacitadas para ajudar. Deixar o que já aconteceu para trás é um exercício complicado para muitos e pode atrapalhar o presente e o futuro.

A partir da terapia, o paciente passa a compreender como situações antigas estão refletidas no momento atual e como elas estão dificultando seu dia a dia. Além disso, os profissionais são capazes de ensinar maneiras que o paciente pode utilizar para focar mais em seu presente e futuro.

Estresse em excesso

Companhia diária de muitas pessoas, o estresse também é um bom motivo para ir em busca das terapias. Em baixos níveis, ele é considerado normal, mas quando atinge um grau alto, atrapalha a saúde, dificulta o sono, altera o apetite e aumenta o cansaço.

A síndrome de burnout, quando o estresse em excesso está relacionado ao trabalho, é um exemplo de problema mental que deve ser acompanhado por especialistas, já que pode levar a crises sérias de depressão e ansiedade.

Lembrando que esse é apenas um exemplo e, mesmo em casos não tão graves, o auxílio psicológico contribui para o controle do estresse, tendo em vista as melhores formas de lidar com as dificuldades do dia a dia.

Assim, se você se sente mentalmente esgotado, se seu estresse anda dificultando suas relações, aumentando os atritos com a família e no trabalho, pode ser o momento de procurar ajuda.

Dependência de substâncias

O uso abusivo de substâncias químicas, como drogas e álcool, também pode ser trabalhado na terapia. Muitas pessoas passam a consumi-las em excesso por conta de outras dificuldades e acabam dependentes.

Por isso, a indicação é procurar auxílio e cuidar da saúde mental assim que notar sinais de abuso de álcool e drogas, ou seja, uma necessidade de consumi-las diariamente, por exemplo. Assim, você evita que o problema se torne ainda maior e mais difícil de ser tratado.

Depois de notar os sinais que podem indicar que você não está se sentindo tão bem, saber quando procurar um psicólogo é o primeiro passo para quem quer ter mais bem-estar no dia a dia.

É importante ressaltar que essa atitude é necessária a todos, inclusive àqueles que não vivem as situações exemplificadas anteriormente, nem apresentam os sinais descritos. Afinal, as consultas com um psicólogo são ótimas para estimular o autoconhecimento e ajudar na resolução de questões mais íntimas e incômodas

Gostou de saber melhor sobre como esses profissionais podem ajudar a ter mais qualidade de vida? Para mais conteúdos como este, siga a Vai Bem nas redes sociais: Facebook e Instagram!

Posts relacionados

Deixe um comentário